Jornalismo buzzfeed

O Buzzfeed é um site que já nasceu como uma plataforma para criar virais e que agora está no centro da discussão do futuro do jornalismo na internet. E o site está crescendo como nunca: são cerca de 40 milhões de visitantes únicos ao mês, está avaliado no mercado em US$ 200 milhões e teve lucro estimado de US$ 40 milhões no ano passado; o que significa um quinto do faturamento da área digital do The New York Times.  O editor-chefe do site é Ben Smith, o jornalista que transformou o site Politico.com numa referência na área de cobertura política nos EUA.

O site se descreve como “a principal companhia midiática para notícias sociais e entretenimento, focada intensamente em providenciar material noticioso de alta qualidade, visibilidade e com viralização de conteúdo para muitos indivíduos em pouco tempo”

 

 

O Buzzfeed não gira em torno de uma forte página de entrada, as tradicionais homepages dos sites jornalísticos. Em vez disso, o site é apenas um “depósito” dos links das matérias, e a ênfase é colocada na tentativa de transformar as histórias em virais nas redes sociais.  No entanto, o foco não está só criar conteúdo viral, mas o site também quer que os anunciantes se aproveitam dessa fórmula.

Apesar de sua narrativa não tradicional, o Buzzfeed tem investido em jornalismo investigativo e político, com a contratação de jornalistas já renomados nessas áreas para cargos editoriais. No entanto, o conteúdo da versão brasileira do site é, primariamente, voltado ao entretenimento. No entanto, sua linguagem é facilmente compreendida pelo público de 18 a 24 anos e as informações ali citadas são memorizadas mais facilmente, mesmo que esquecidas de modo mais rápido em comparação com indivíduos da mesma faixa etária que leem os mesmos fatos em jornais impressos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: